Responsável nacional
ENERGIA
Cada início de ano é tradicionalmente pautado por intenções.
É normalmente este o momento em que fazemos um balanço e decidimos começar algo de novo ou terminar o que deixámos ainda por cumprir nos projetos que tínhamos feito para o ano velho.
No setor da energia iniciámos o ano de 2016 com o desafio que trazíamos de 2014: terminar as matérias dos ACT EDP e REN que tinham ficado por fechar, por forma a não prejudicar a aplicação do mesmo. Lamentavelmente nem essa intenção nem esse desafio foram cumpridos.
Iniciamos, assim, este 2017 com a mesma força e a mesma fé inabalável de que vamos conseguir chegar a bom porto em matérias que continuam a estar em cima das mesas negociais. É o caso da EDP e da REN, com os subsídios de estudo a filhos de colaboradores e a concessão de energia que não teve ainda os ajustes necessários.
Redobramos a esperança na nova geração: agora que já temos acordos coletivos que englobam todos os trabalhadores, quer no Grupo EDP quer no Grupo REN, importa que os trabalhadores aumentem a nossa representatividade, para que consigamos diminuir as assimetrias nalgumas matérias.
Porque só com todos no mesmo ”barco” vamos conseguir erguer, mais forte, a nossa voz!

Para nós, as pessoas são parte vital de todo e qualquer Acordo, existente ou que venha a ser conseguido.

Rosa Fernandes

 
SEGURANÇA PRIVADA
Estabelecido acordo de princípio para revisão do Contrato Coletivo, Informação no  comunicado 
TABAQUEIRA II
Comunicado sobre deliberações da Comissão Paritária na TABAQUEIRA II disponível  aqui 
PLANO FLEX - Tickect Ensino
Comunicado aos trabalhadores do Plano Flex sobre o Ticket Ensino para leitura aqui 
EDP - Estomatologia 07 08 2018
Comunicado sobre serviços de estomatologia na EDP/REN disponível  aqui 
Desemprego na Alemanha cai para o nível mais baixo desde a reunificação
Jornal de Negócios
O número de pessoas sem trabalho na Alemanha caiu mais do que o previsto, em Maio, levando a taxa...
Estivadores do Porto de Lisboa retomam trabalho na segunda-feira
Jornal de Negócios
A greve dos estivadores do Porto de Lisboa vai ser suspensa até ao final do dia, e o trabalho...
Para o CDS este é o Governo da "desilusão, descrédito e desnorte" 
Jornal de Negócios
Assunção Cristas considera que os primeiros seis meses do Governo têm sido de "desilusão,...
Crise económica associada a 260 mil mortes por cancro
Jornal de Negócios
Na União Europeia, a crise está relacionada com 160 mil mortes a mais, sugere o mesmo estudo,...
© 2010 SINDEL - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Site Optimizado para Google Chrome, Safari,
IE7, Firefox 2.0 e versões superiores
DESENVOLVIDO POR:4POR4