departamentos
Juventude
 

Departamento da Juventude

cj@sindel.pt

O Departamento da Juventude do Sindel, vai ter como principal missão de mobilizar e dar voz á juventude dentro do sindicato.

Estamos numa nova etapa do sindicato, onde para nós tem de ser uma etapa de Mudança, Renovação para garantir a continuidade do excelente trabalho no sindicalismo, Democrático, Social e a cima de tudo Consciente.

Este departamento não é constituído só pelo Coordenador da Juventude, mas sim por todos os Associados, Delegados e Dirigentes deste grande sindicato que é o SINDEL.


A juventude actual é uma geração enganada, geração em crise


A juventude actual, deseja ardentemente ser aceite na vida profissional, mas é-lhe constantemente imposta a recusa e a rejeição. O desemprego torna-se uma realidade no percurso biográfico dos jovens, “A sociedade não precisa dos teus serviços. Nasceste para nada”.


Durante anos, fizeram-nos acreditar nos nossos pais e educadores, quando estes nos diziam “o homem (…) deve trabalhar honrada e arduamente, cada um segundo a sua profissão e cargo (e) o ser humano (…) nasceu para o trabalho, tal como a ave nasceu para voar”.


Deste modo, aprendemos que os bons resultados na escola e a obtenção de diplomas escolares e de formação constituiriam as matérias para servir de alimento a posteriores carreiras profissionais, mas, agora, quando se encontram em busca de um estágio ou de uma actividade profissional, são confrontados com uma situação em que, na “sociedade do trabalho”, os postos de trabalho são um bem escasso e eles próprios são afectados.


Os jovens portadores de certificados de conclusão de estudos obtidos em escolas com baixos níveis de exigência, mesmo os níveis mais elevados de formação não oferecem qualquer garantia de uma integração sem problemas no sistema de emprego.


Existem algumas perguntas que nós os jovens nos deparamos, e não recebemos resposta:


  • Quem disse que a formação trazia dividendos?


  • Para que ando aqui, se me esforço na escola e depois acabo por fazer parte dos perdedores

da sociedade?

E isto no meio de uma sociedade que pretende socializar os jovens com vista ao trabalho, que nos exige vontade de trabalhar, mas nos nega simultaneamente o acesso a essa realidade.

 
AUTOEUROPA
A Moção aprovada em Sec. Nacional da UGT de 13.09.2017 sobre os conflitos laborais na AUTOEUROPA pode ser lida aqui.
EDA
O SINDEL alargou a sua atividade aos Açores e é, já, o segundo mais representativo no grupo energético EDA - Eletricidade dos Açores.
NEGOCIAÇÕES ADP
Nas 2 últimas reuniões da negociação do contrato coletivo para o Grupo AdP, fez-se o levantamento das matérias sobre as quais ainda não havia acordo.
ABIMOTA
O SINDEL assinou, com a presença do Secretário-geral da UGT, um acordo com a Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas, Ferragens, Mobiliário e Afins.
Desemprego na Alemanha cai para o nível mais baixo desde a reunificação
Jornal de Negócios
O número de pessoas sem trabalho na Alemanha caiu mais do que o previsto, em Maio, levando a taxa...
Estivadores do Porto de Lisboa retomam trabalho na segunda-feira
Jornal de Negócios
A greve dos estivadores do Porto de Lisboa vai ser suspensa até ao final do dia, e o trabalho...
Para o CDS este é o Governo da "desilusão, descrédito e desnorte" 
Jornal de Negócios
Assunção Cristas considera que os primeiros seis meses do Governo têm sido de "desilusão,...
Crise económica associada a 260 mil mortes por cancro
Jornal de Negócios
Na União Europeia, a crise está relacionada com 160 mil mortes a mais, sugere o mesmo estudo,...
© 2010 SINDEL - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Site Optimizado para Google Chrome, Safari,
IE7, Firefox 2.0 e versões superiores
DESENVOLVIDO POR:4POR4